logomarmc
principal feed facebook           seta1 seta1

exemplos de função referencial



Quando o objetivo do emissor é informar, ocorre a função referencial, também chamada de denotativa ou de informativa. Podemos dizer que é a comunicação pura e simples, ou seja, aponta para o sentido real das coisas e dos seres. A maior preocupação, neste caso, é a mensagem; e o emissor apenas se limita a informar. São exemplos de função denotativa a linguagem jornalística e a científica.

Ex.1: Numa cesta de vime temos um cacho de uvas, duas laranjas, dois limões, uma maçã verde, uma maçã vermelha e uma pêra.

Ex.2: O Espírito Santo é um estado do Brasil.

Ex. 3: O sol é uma estrela de quinta grandeza.

Os textos acima têm por objetivo informar algo, portanto sua função é referencial

———————————————————————————————————-
-) Funções da linguagem

- são seis: emotiva, conativa, referencial, metalingüística, fática e poética.

1) Função emotiva (ou expressiva): Quando um emissor é posto em destaque, está carregado com os próprios sentimentos do emissor, geralmente tem ponto de exclamação, verbos e pronomes na 1ª pessoa. “Eu nunca estive tão bem quanto estou agora!”.

2) Função conativa (ou apelativa): ocorre quando o receptor é posto em destaque. “Você quer passar no vestibular? Entre no Site WWW.vestibularlegal.com.br.”. Se organiza no sentido de convencer o receptor por meio de estímulo. É comum o uso de verbos no imperativo ou verbos e pronomes na 2ª ou 3ª pessoa. Ex.: anúncios e publicidade.

3) Função referencial: Ocorre quando o referente é o posto de destaque “os professores entrarão em greve…” – tem objetividade, pois sua finalidade é traduzir a realidade, ex.: textos jornalísticos e científicos.

4) Função metalingüística: ocorre quando o código é posto em destaque. Ex.: “A língua é um sistema de signos que exprimem idéias…”, está falando dos signos lingüísticos usando os próprios, outro exemplo é um poema que reflete a criação poética. Os melhores exemplos são os livros de gramática e os dicionários.

5) Função Fática: Ocorre quando o canal é posto em destaque. Ex. As primeiras palavras de quem atende o telefone “Alô! Pronto!) os cumprimentos diários (Tudo bem? Boa tarde.)

6) Função poética: ocorre quando a própria mensagem é posta em evidência. Ocorre em textos literários, poesias e versos.

Quase sempre há mais de uma função no texto, cabe ao receptor identificar na mensagem recebida a sua função predominante, e por conseguinte, a intenção do emissor.

Denotação – Sentido literal (verdadeiro) da palavra.

Conotação – sentido figurado.

Linguagem referencial – preocupação fundamental é veicular, de modo objetivo, informações sobre a realidade.

Linguagem literária – trata de modo pessoal, figurado e artístico uma realidade concreta ou fictícia. Recriação da realidade a partir de fatos concretos.

A linguagem referencial é denotativa, a literária é conotativa.

—————————————————————————————–
Possui uma função predominantemente referencial aqueles textos cuja mensagem está centralizada no conteúdo, textos cuja função é falar sobre um objeto, um conceito, um fato, uma informação, um acontecimento. Em geral, por estar focalizado nesse objeto, sua linguagem além de ser denotativa fica na terceira pessoa, marcando sempre uma impessoalidade, dado o seu caráter objetivo. São exemplos de textos com predominância da função referencial os textos jornalísticos, científicos, técnicos, didáticos e descritivos.
Abaixo um exemplo de texto com função referencial ou denotativa:
“Um forte terremoto de magnitude 7 devastou o Haiti às 16h53 do dia 12 de janeiro, hora local -19h53 de Brasília. O epicentro foi a poucos quilômetros da capital, Porto Príncipe.” Via globo.com em janeiro de 2010

 

Comente esta noticia!